Life and Style

Life And Style - Luxury Marketing & Consulting
Cadastro denewsletter
As matériasmais lidas
@marcelolifeandstyle

15

11

Rio+Design 2015

Categorias: Design

O Rio de Janeiro afirma-se a cada ano o seu DNA criativo através de grandes eventos com foco na arte, cultura e design.  Um dos acontecimentos mais importantes para a promoção da inovação carioca, o RIO+DESIGN celebra a vocação da Cidade Maravilhosa para exportar criatividade.

Rio+Design1

O LifeAndStyle destaca os melhores momentos do Rio+Design 2015 que consolida o sucesso do DESIGN como um dos bens mais valiosos da cidade do Rio.

EXPOSIçÃO

A Rio+Design reuniu no Jockey Club do Rio 64 designers, dentro doa quais 15 são novos talentos, apresentando 133 peças.

Rio+Design

 

Designers de objetos, móveis, acessórios, joias apresentaram soluções inovadoras que traduziam desejos e que conferem mais graça à vidas – e que na verdade é a grande missão do bom design!

VLT

Projetos campeões como o trem do VLT do designer Guto Indio da Costa, soluções para os companheiros caninos e objetos que desafiavam a funcionalidade criativa.

SoluçõesCaninas

 

Outro destaque foi a área de exposição dedicada para a joalheria, setor que vem a cada ano crescendo no Rio+Design e mostrando o aquecimento do setor na economia do estado do Rio. Dentre as marcas presentes estava a Odara, com suas pedras brasileiras transformadas em arte. Denise Queiroz e Diogo Dalloz, designers que participam do colaborativo criativo da Joya, trouxeram o estilo arquitetônico nas belas peças expostas para o público da mostra.

 

joalheria

 

MERCADO

Uma das ótimas novidades bacana do Rio+Design 2015 foi apresentar o espaço ‘Mercado”, área de stands onde os próprios designers apresentavam suas coleções criativas.

Rio+Design2

 

Além de promover a aproximação do designer com o consumidor final, as marcas vendiam produtos a preços mais acessíveis para o visitante da feira.

Lattoog

 

Estive com os designers Pedro Moog e Leonardo Lattavo da Lattoog que me contaram sobre o sucesso do espaço de vendas… com as estampas geométricas que traduzem o Rio, a marca estampou luminárias, porta copos, camisetas, cadeiras…

Eu e Pedro Moog

Outro designer presente e que acaba de ter peças expostas na Paris Design Week, Pedro Braga apresentou estantes, espelhos, aparadores com a melhor forma de trabalhar madeiras como a teca.

Pedro Braga Design

Num tempo da dita crise, é bacana perceber que quando o design é bom, não existe tempo ruim… os designers contaram que muitos produtos se esgotaram e isso abre um caminho interessante para pensar sobre incursões no caminho do varejo.

Rio+Design3

PALESTRAS

Um grande atrativo da mostra são as palestras com grandes feras que atuam no mercado do design. Processo criativo, posicionamento de marca, branding, os temas das palestras encheram as arquibancadas do Jockey com conhecimento, inspiração e experência.

Palestras

Ana Couto, a expert em branding pontuou como as relações de empresas com consumidor estão em rápida mudança. Se pensarmos que a empresa de aplicativos de taxis UBER vale mais do que a Delta Airlines, a consultora sinalizou que valorizaremos marcas que oferecem soluções customizadas e interativas. Leonardo Lattavo da LATTOOG falou sobre processo criativo e os resultados supreendentes dos workshops que oferece na rede Senac. Nestes cursos, médicos, advogados, veterinários, pessoas comuns, descobrem a sua veia de talentosos designers.

GASTRONOMIA

Rio+DesignPanorama

O gramado do Jockey foi palco de uma grande festa que reuniu criatividade, troca de conhecimento e ponto de encontro dos amantes do design. Destaque para os food trucks que ofereciam crepes, sanduíches, cervejas artesanais… o clima perfeito pro relax, que misturava a promoção de negócios criativos com lazer de primeira qualidade.

O Rio agradece e pede Ri0+Design!

Postado por: Marcelo Novaes

22

10

Simpósio Polo Arqdec pauta conceitos para a profissão de arquiteto, designer e paisagista com vistas à Indústria 4.0

Categorias: Design

Conteúdos ricos em citações históricas, inspirações e novidades tornaram o evento referência no município de Campinas

SimposioArqDec

Com a Arena de Pedra do Royal Palm Plaza lotada, o presidente do Polo Arqdec, Sante Testa Neto abriu na manhã de 20 de outubro, a segunda edição do Simpósio Arquitetura, Design e Paisagismo “Novo Prisma Para o Futuro da Profissão”. Com seis palestras, intervenções históricas certeiras do simposiarca Paulo de Tarso e momentos de descontração, o evento destacou conceitos como a importância da bagagem pessoal no processo criativo, da irreverência e da ética profissional e se fortaleceu como uma importante referência no município de Campinas, ao reunir em torno de 200 participantes. O simpósio foi realizado em sintonia com a responsabilidade social. Os serviços de papelaria e o manuseio das sacolas de brindes foram contratados do Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira. A instituição de Campinas também foi beneficiada com 170 cestas básicas, doadas pelos inscritos no evento.

simposioArdDec

Em mais de uma oportunidade, os palestrantes citaram a parceria entre profissionais com especialidades distintas como algo cada vez mais presente na elaboração de projetos e exemplificaram formas de se reinventar e delinear o futuro da profissão, frente à iminência da quarta revolução industrial (Indústria 4.0). Para o presidente do Polo Arqdec, Sante Testa Neto a associação cumpriu seu papel ao proporcionar conhecimento e apontar diretrizes sobre um segmento cada vez mais competitivo como o da arquitetura, do paisagismo, do design e áreas correlacionadas.

Antes de anunciar o primeiro palestrante, Paulo de Tarso reforçou as palavras de Neto sobre a importância de compartilhar e buscar relacionamentos melhores, com novos ensinamentos, em um momento crítico e de transição como o que vivemos no Brasil. De acordo com ele, é necessário rever o passado, viver o presente e construir o futuro.

Referências

O arquiteto Aldomar Caprini foi o primeiro a palestrar. Ele fez uma retrospectiva da arquitetura e do paisagismo modernos em Campinas, utilizando como figuras centrais o arquiteto paisagista Renato Righetto e o arquiteto Alberto Nassralla. A explanação – Contrastes e personalidades – pontuou a contribuição dos dois para a construção do segmento de arquitetura na cidade e levantou a discussão em torno da falta de preservação do patrimônio arquitetônico nos municípios. Righetto e Nassralla formaram-se em instituições diferentes, mas em dado momento sua trajetória profissional se cruzou e a harmonia e o respeito entre eles foi um exemplo que deve ser seguido hoje e sempre.

aldomarcaprini 2

Familiares dos dois ícones estiveram presentes e foram agraciados com uma placa oferecida pelo Polo Arqdec pelo reconhecimento ao trabalho dos arquitetos. Nassralla foi um funcionalista que colocava a técnica acima das questões formais, porém, mantendo a harmonia em seus projetos. Tinha o traço fácil. Desenhava no guardanapo, na areia, acordava de madrugada para desenhar. São seus os projetos dos prédios da Mesbla, C&A, Muricy, entre outros. Righetto, marqueteiro nato, teve contato com o paisagista Burle Marx durante seus estudos no Rio de Janeiro e trouxe para Campinas suas referências, passando a aplicá-las em seus projetos, que propunham uma nova forma de morar. Righetto buscava a integração do verde e abria grandes vãos em seus projetos de traços modernos e arrojados para inseri-lo de forma harmoniosa. Como parte de seu legado estão o Parque Portugal (Lagoa do Taquaral) e o Largo do Rosário, obra que teve suas características originais modificadas pelo poder público.

O olhar do designer

Ao introduzir a segunda palestrante, a designer de joia Andrea Paes, o simposiarca ressaltou o aparato que há milhares de anos diferenciou o homem dos símios e demais raças: um colar de conchas furadas com objetivo de adornar, de se tornar diferente. A partir daí surgiu todo um significado sobre a cultura que vem transformando a sociedade.

andrea paes

Andrea, que veio do Rio de Janeiro especialmente para o evento, falou sobre O design dos meus olhos. Ela destacou a importância do legado pessoal e como isso influencia no processo de criação e na forma que cada pessoa enxerga uma referência. Ao usar citar joias criadas por ela quando trabalhava em uma famosa empresa do setor joalheiro, Andrea deu uma aula sobre sensibilidade e ressaltou a importância da beleza para cavar emoções, sensações. Em sua concepção, o designer precisa colocar alma, vida em suas criações, já que elas são, na verdade, expressões individuais a partir de um ponto. Estruturas arquitetônicas e paisagísticas monumentais, como os Jardins de Pedra de Burle Marx e o Estádio Mario Filho (Maracanã), por exemplo, foram atentamente estudados e traduzidos em delicadas peças de grande apelo estético, artístico e ergonômico, consideradas símbolos de desejo e poder. Outro aspecto abordado pela designer foi a reinvenção pessoal em contraponto à acomodação que surge quando existe uma estabilidade profissional. De acordo com ela, é preciso compreender o que define a pessoa naquele determinado momento e, a partir daí, sair da zona de conforto e buscar novos desafios para iniciar uma nova história.

O novo luxo

Para chamar o último palestrante do período da manhã, Paulo de Tarso contextualizou o significado da palavra projeto. Do latim projectare, que significa lançar para frente, justamente o que o simpósio se propôs a apresentar.

Marcelo Novaes, consultor de marketing de luxo com larga experiência na promoção e comercialização de joias de design, que também veio do Rio de Janeiro a convite do Polo Arqdec, apresentou a palestra Lojas conceito – o novo luxo e falou com propriedade sobre os anseios do consumidor em tempos de globalização e sobre a diferença entre luxo e o novo luxo.

Marcelo novaes

Com o advento da internet na década de 1990, diferentes tribos se conectaram e esse fluxo de informações gerou um novo tipo de consumidor, mais exigente, questionador e seletivo. Para atrair sua atenção, começaram a surgir estratégias criativas a fim de transformar o ato da compra em uma experiência única e inesquecível. De acordo com o consultor, é preciso ir além da simples comercialização, seja de joias, móveis ou outros bens. O consumir moderno busca algo a mais, uma experiência de autogratificação, um produto com valor agregado de design. Preço, atendimento e qualidade nada mais são que meras obrigações. Cada vez mais há a necessidade de conceber pontos de venda com ambiente alinhado à identidade do produto, com toques lúdicos capazes de encantar e que remetam ao posicionamento da marca. Daí a grande importância do trabalho de arquitetos, designers e demais profissionais da área.

No novo luxo, vendedores tradicionais passam a ser contadores de histórias que falam a língua daquele determinado consumidor, causando empatia. “É preciso defender que aquele produto é o melhor para aquela pessoa e para isso é necessário contextualizar e focar no relacionamento”, diz. A customização e a curadoria do produto, a identidade visual, a narrativa e a circulação interna são fatores que passam a ser mais importantes que o simples emprego de materiais nobres.

Exemplos disso são a loja da Apple na quinta avenida, em Nova Iorque, que por suas características se tornou icônica. A das Havaianas, na rua Oscar Freire, em São Paulo, concebida de forma que um arco-íris de sandálias conduz o consumidor para o final da loja, e a da Nike, em Paris, montada em uma antiga livraria e que utilizou a memória afetiva do bairro, preservando intactas todas as características da edificação – inclusive a expressão librairie na fachada – e que se destaca justamente pelo ineditismo, pela surpresa.

Arquitetura paisagística

Na parte da tarde, outro Marcelo Novaes, arquiteto e paisagista de Campinas, foi chamado ao palco e esmiuçou o tema Jardins: ontem, hoje e sempre.  Por meio da apresentação de alguns dos seus mais importantes trabalhos e exemplos de projetos no Brasil e no exterior, ele destacou recursos paisagísticos que vieram para ficar, como os jardins verticais, os telhados verdes e a nova concepção das piscinas que passam a ser elementos centrais em um projeto de arquitetura paisagística, ganhando borda transbordante, nichos, formas orgânicas, decks molhados e SPAs.

Marcelo Novaes1

Com o paisagismo em seu DNA, Marcelo Novaes explicou a importância de diferentes recursos na composição de um projeto capaz de despertar a curiosidade, como os aromas, as diferentes cores, o barulho de água e até os pássaros. Como a arquitetura paisagística é construída pelo tempo o paisagista precisa enxergar o futuro de forma diferente para que o jardim seja ao mesmo tempo sustentável, lindo e surpreendente, independente da estação do ano e apesar do passar dos anos. Além disso, o recurso do paisagismo é um grande aliado na hora de esconder um muro, promover privacidade ou fazer uma integração entre duas áreas distantes.

MarceloNovaes e RenataPodolsky

Exemplos do que propõe o paisagista são o Gardens by the Bay, em Cingapura, com suas super árvores, gigantescas estruturas de aço com as laterais recobertas por plantas e que formam uma espetacular imagem, além de possibilitar o uso sustentável dos recursos naturais, como recolher água da chuva e conter células fotovoltaicas que permitem também acumular a energia elétrica utilizada no final do dia em na iluminação do parque. Outro projeto que exemplifica a arquitetura paisagística é a avenida Mackenzie, em Campinas. A obra envolve 1800 ipês, rosas, primaveras e mais uma infinidade de espécies que florescem em épocas distintos, formando impactos visuais diferentes. A via, recentemente inaugurada, passou a ser uma área de lazer, graças à sua característica convidativa e contemplativa.

Para o mediador Paulo de Tarso, existe a necessidade de se enxergar no Brasil que parques e jardins, como os de Cingapura e outros pelo mundo, constituem um legado capaz de atrair milhares de turistas e mudar a vida de uma cidade e de o poder público passar a investir mais nesses espaços.

O potencial turístico de projetos paisagísticos e arquitetônicos, bem como de eventos do porte do Simpósio Polo Arqdec, que atraem participantes de diversas localidades, foi destacado também pelo diretor do Campinas e Região Convention & Visitors Bureau, Fernando Vernier. De acordo com ele, o setor constitui um importante atrativo para a cidade.

Criatividade irreverente

Com uma grande dose de irreverência, o arquiteto e designer gaúcho Henrique Steyer assumiu o microfone na sequência e provocou a plateia com sua apresentação aberta com um vídeo do show da cantora Madonna no Brit Awards 2015, quando caiu do palco devido a um nó não defeito em sua capa – assinada por Giorgio Armani – e recheada de imagens de nus frontais, sexo e violência. Sua palestra Design inusitado – do céu ao inferno, propõe uma ampla discussão acerca do certo e do errado; do irreverente e do tradicional, do previsível e do imprevisível, do velho e do novo. Steyer utiliza o questionamento, o inusitado, o preciosismo dos detalhes e a criatividade para elaborar seus trabalhos, reconhecidos mundialmente. Se não há uma obra de arte adequada a determinado ambiente ele propõe que se crie um artista plástico fictício para fazê-la.

henrique steyer

Na visão de Henrique Steyer nada é proibido. Ele criou uma série de quadros intitulada What if? retratando personalidades do mundo todo com a pele negra, para promover um olhar profundo para as questões de intolerância racial. Criou também uma obra que mostra a Pietá de Michelangelo com uma tarja nos olhos e imagens minúsculas de sexo aos seus pés; utilizou mictórios antigos revestidos de dourado para um evento em uma loja conceituada e assinou um hall de entrada de uma mostra de arquitetura, no qual forrou parte das paredes e piso com miniaturas de nádegas de homes e mulheres. Essa assinatura impactante e provocativa do arquiteto também está presente nos mobiliários que desenha e que fazem sucesso no Brasil e no exterior, como as estantes Zig Zag, Onça e Niño e o banco Macaco, inspirado na fauna brasileira. Todos com forte rigor construtivo e ergonômico. Henrique Steyer, assim como Andrea Paes, busca se reinventar. Agora, sua mais nova empreitada é no universo das joias, com o lançamento de uma coleção inspirada nos móveis que criou.

Minimalismo aconhegante

A última a palestrar foi a arquiteta Fernanda Marques, que fez uma retrospectiva de suas principais obras de arquitetura, interiores e design, situando pontos chaves do seu processo criativo e da interação com seus clientes. A casa Limantos, construída por ela em um terreno muito íngreme em São Paulo, que evoca a arquitetura racionalista de Mies van der Rohe e parece estar imersa na paisagem e o apartamento Barbizon, em Nova Iorque, que traduz a vida de um brasileiro naquela cidade americana, a partir de uma perspectiva contemporânea foram alguns dos exemplos.

Fernanda Marques

Fernanda pontua como características de suas obras a integração das áreas interna e externa, a utilização de elementos quentes, como a madeira, e frios, como o vidro, resultando em uma decoração minimalista e contemporânea, mas, sem abrir mão do aconchego. Seus trabalhos ilustram de forma brilhante como criar grandes espaços com acabamentos não necessariamente muito requintados e com resultados sofisticados e de rara beleza.

Em sua busca constante por soluções de acordo com a necessidade do cliente, Fernanda Marques finalizou sua apresentação com os bancos Geomorph e Organic, que marcam o início das pesquisas da arquiteta para a utilização de aço inoxidável na produção de móveis de design contemporâneo, o que leva à vinculação de seu trabalho com a arte cinética e suas reflexões sobre a natureza fixa do mobiliário. Desse modo, Fernanda também atua desenhando mobiliário como uma peça que, fechada, é uma estante para ocasiões formais e aberta transforma-se em um bar mais descontraído.

Indústria 4.0

Como bem explicou o simposiarca Paulo de Tarso, as palestras sinalizaram o futuro e as mudanças que ocorrerão – e que já estão ocorrendo – no segmento de arquitetura, paisagismo, design e afins com a iminência da quarta grande revolução industrial, a da Internet das Coisas, que hoje é um conceito, mas deve se tornar realidade em breve.

Paulo de Tarso

A chamada Indústria 4.0 vai modular o trabalho dos profissionais assim como ocorreu nas três primeiras revoluções. As transformações da sociedade terão impacto direto sobre a atuação do segmento e os profissionais de arquitetura, designer e paisagismo precisam estar aptos a dar essa resposta com rapidez. Mas, nunca poderemos abrir mão do raciocínio e do desenho na ponta do lápis. O computador deve ser uma ferramenta a mais”, completa.

RECONHECIMENTO

É sempre uma honra atender o convite de palestras onde eu possa compartilhar experiências e instrumentos de marketing como reconhecimento do empenho e paixão que tenho pela profissão de consultor na venda de conceitos, histórias e experiências. Recentemente estive em Campinas como um dos seis palestrantes convidados no Simpósio ArqDec. Iniciativa de sucesso celebrado pela presença maciça de lojistas, arquitetos, designers e estudantes, fica a sensação de que podemos efetivamente transformar crise em OPORTUNIDADES. Agradeço o convite da diretoria do Polo ArqDec, a oportunidade de compor um time de profissionais de primeira, e claro, a acolhida sempre calorosa da cidade de Campinas!

Que venham outros!

Lojas Conceito - o novo luxo

 

Postado por: Marcelo Novaes

12

10

Mostra Morar Mais 2015 – os destaques em decoração, design, arquitetura

Categorias: Design

“MORAR MAIS – O CHIQUE QUE CABE NO BOLSO”

CHEGA A SUA 12ª EDIÇÃO NO RIO

ATÉ O DIA 02 DE NOVEMBRO, NA LAGOA

Este ano, o Morar Mais – o chique que cabe no bolsotem um motivo a mais para comemorar: sua 12ª edição no Rio, ocupando  a sede do Clube de Regatas do Flamengo na Lagoa. Arquitetos, designers de interiores e paisagistas projetaram 73 ambientes tendo a Lagoa Rodrigo de Freitas, o Cristo Redentor, o Morro Dois Irmãos e a Pedra da Gávea como fundo. Um cenário mais que perfeito para celebrar o estilo de 450 anos da Cidade Maravilhosa.

No 5o. ano consecutivo, o LifeAndStyle foi convidado pela direção de uma das maiores mostras de decoração do Brasil para eleger as soluções de destaque nas áreas de decoração, design e arqutetura. Ideias criativas, funcionais, no melhor estilo high-low, imperdíveis daMostra Morar Mais por Menos, que fica até dia 2 de novembro no Clube Regatas do Flamengo, Rio de Janeiro.

vivi visentin, eu , ligia schuback

Para driblar os altos custos, os profissionais participantes também exercitaram seu lado artista, bolando soluções criativas ou customizadas, seja reaproveitando materiais ou produtos que seriam descartados ou atribuindo novas funções a objetos do cotidiano. Afinal, no mundo atual, chique é ser econômico e investir com cautela para evitar desperdício independe da classe social. Além de fazer o chique caber no bolso, os profissionais participantes do Morar Mais encararam outros desafios, como recorrer a materiais e fontes de consumo sustentáveis, pesquisar novas tecnologias voltadas para a casa e promover a inclusão social através de parcerias com Ongs e projetos comunitários.

Outro diferencial do Morar Mais é transparência, já que, em cada ambiente, o visitante tem acesso ao preço de tudo o que foi usado na execução do projeto, incluindo produtos e serviços.

Além de soluções de arquitetura e decoração, o Morar Mais conta ainda com restaurante e café em pleno funcionamento, além de joalheria e lojas com venda de produtos no local do evento.

A criatividade na decoração convive em perfeita harmonia com produtos sofisticados e eventualmente de custo mais elevado. É o estilo high-low tão propagado na atualidade!

Confira os ambientes e soluções imperdíveis do Morar Mais 2015:

- ESTAR E JANTAR DA FAMÍLIA CARIOCA – Andréa Fonseca.

Design Andressa Fonseca

Conforto e elegância em 32 m2, exaltando a importância do convívio e interação familiar. Em tons de madeira, cinza e azul, o espaço transmite o estilo praiano presente na casa e na vida dos cariocas. O rebaixamento de teto em gesso é substituído por ripas de madeira que traduzem leveza ao ambiente.

Desig Andressa Fonseca

Destaque para os revestimentos do espaço: teto em ripas de madeira, piso em cimento queimado e parede em tijolinho pintado de branco. A sobreposição de tapetes de diferentes cores e tamanhos e a geladeira retrô na cor laranja conferem ao espaço um ar mais descolado.

- APARTAMENTO LOFT AMERICANAS.COM - Andrea Brito, Natasha Frota e Rafaela Lucena

garimpeiro

Um dos ambientes mais bacanas da mostra, o Loft de 80 ms2 foi criado pelas arquitetas Andrea Brito, Natasha Frota e Rafaela Lucena, à frente do escritório Garimporio, para apresentar a linha de produtos da loja Americanas.com. Peças com design simples e fáceis de usar marcam a versatilidade da marca, propondo um jeito de morar aconchegante e cheio de personalidade.

garimporio

A “decoração que cabe no bolso” foi o ponto de partida para o desenvolvimento do conceito do projeto. O trio propôs um novo olhar sobre o uso e o reuso dos objetos - como os armários da cozinha feitos a partir de móveis empilhados, mostrando que não é preciso pagar caro para morar em uma casa cheia de estilo.

garimpeiro

Armários de escritórios recombinados tornam-se opções econômica para contornar gastos com os tradicionais planejados para cozinhas.   O conceito de “upcycling”, ou seja de tornar objetos supostamente não nobres em peças de arte são a marca do espaço. Um exemplo são as sestas indígenas usadas como luminárias que iluminam o ambiente com inovação, sustentabilidade e sofisticação acessível.

garimporio

As meninas ainda aproveitaram par lançar a linha de móveis autorais da Garimporio, com móveis antigas retrabalhdas como peças de design.

garimporio

- ESTÚDIO DO FOTÓGRAFO – Bianca Prior, Reginar Prior, Hanna Brauer

Em apenas 18m2, o Estúdio do Fotógrafo assinado pela designer Bianca Prior com as arquitetas Regina Prior e Hannah Brauer  prova que é possível transformar ambientes pequenos de maneira otimizada, integrada e criativa, fazendo com que o mesmo pareça maior.

Estudio do Fotografo

A harmonia entre os elementos escolhidos torna convidativo e acolhedor o Estúdio que homenageia o fotógrafo Denílson Machado. A pegada industrial, com tijolos, concreto, eletrodutos e tubos aparentes, é contemporânea e despojada, sem abrir mão do conforto.

Estúdio do Fotografo

O pinus de reflorestamento, madeira 100% sustentável, foi explorado em todos os cantos do projeto. Para driblar a falta de espaço, o trio projetou um compacto móvel 4 em 1 que concentra a função de cama, sofá, gaveteiro e escrivaninha.

- COZINHA GAYA – Mayumi Yamagata

Coração da casa, a designer imaginou um ponto de encontro que traduz harmonia, simplicidade, e estilo através do jogo de texturas e cores. Inspirada na rusticidade das cozinhas de antigamente, a base da mesa de jantar é feita com a técnica de taipa de pilão gerantindo baixo impacto ambiental e o tom naturalmente sofisticado do espaço.

Cozinha Gaya

- APARTAMENTO CARIOCA – Fernanda Dorta Nivea Tavarez

Com 40m2, o Apartamento Carioca  foi projetado pelas designers de interiores Fernanda Dorta e Nivea Tavarez para um jovem casal festeiro, cheio de personalidade.

suite carioca

O trabalho segue o estilo industrial e tira partido de espaços reduzidos, equilibrando soluções mais elaboradas e outras mais econômicas para criar um ambiente alegre, com misturas de cores, tecidos, objetos temáticos e móveis contemporâneos. Fotos do Rio de Janeiro, garimpadas em redes sociais como o Instagram, foram transformadas em quadros em homenagem à cidade.

suite carioca

 

- QUARTO DA MENINA  - Danielle Bastos e Gustavo Amorim

Com o frescor da inspiração das matas brasileiras, em especial a Mata Atlântica, os tons de cores suaves atraem a tranquilidade e a poesia para o recém-nascido. Uma caixa de madeira de reflorestamento destaca o espaço dedicado ao armário e o berço do bebê.

quarto bebê menina

- STUDIO GAROTA DE IPANEMA – Lívia Quintela

Com enfoque no dia a dia da mulher contemporânea, o ambiente multi funcional foi divido em quarto,  mesa de trabalho, espaço de banho. As cores sóbrias e elegantes do branco e preto fazem referência ao calçadão de Ipanema.

Screen Shot 2015-10-12 at 9.28.25 PM

#FICAADICA

Luminrias singulares

luminária

 

Revestimentos texturizados

textura

 

 Estante sustentável em caixote e divisórias de barbante.

estante sustentável

 

A reciclagem de cápsulas de Nespresso nas Bijoux da grife Zóia.

bijoux Zoiá

 

Encontro Blogueiros Morar Mais 2015

Inovadora na reunião dos top bloqueios de arquitetura e design do Rio de Janeiro, há 5 anos participo do Encontro de Blogueiros Morar Mais por Menos. Definida por conceitos de brasilidade, inovação/tecnologia, customização, foco em vendas, sustentatibilidade, inclusão social, a mostra é referência de estilo aliando soluções criativas a elementos sofisticados, numa edição de ideias inovadoras para o bem viver.

encontro bloqueios 2015

 

MORAR MAIS POR MENOS Rio 2015:

 Período de visitação: até 2 de novembro.

Horário de visitação: de terça a domingo, incluindo feriados, das 12h às 21h.

Valor dos ingressos: terça-feira, R$ 25,00; de quarta a sexta-feira, R$ 30,00; sábado, domingo e feriado, R$ 40,00.

Cartões de crédito: todos.

Estacionamento no local: 20 reais.

Local: Sede do Clube de Regatas do Flamengo

Endereço: Avenida Borges de Medeiros, 1.111 – Lagoa.

Informações: 21-2512-2412

www.morarmais.com.br

 

 

Postado por: Marcelo Novaes