Life and Style

Life And Style - Luxury Marketing & Consulting
Cadastro denewsletter
As matériasmais lidas
@marcelolifeandstyle

24

09

Maison&Objet Paris – Sept 2014

Categorias: Design

Com o campo de tendências cada vez mais fluidas, rápidas e diversas, a participação num salão como a Maison&Objet é primordial para quem trabalha com design, arquitetura, decoração, branding, marketing. Um grande presente foi estar em Paris em setembro 2014 para  compartilhar de tanta inspiração e talento. Nesta visita, estive assessorando a comitiva formada pela Embaixada do Brasil, Sebrae e Governo do Estado do Rio de Janeiro.

comitiva embaixada do brasil

De cara, chama atenção o caráter comercial de expositores em busca de compradores lojistas e visitantes em busca de novidades e novos talentos. Neste ano mais de 3000 expositores, com mais de 70000 visitantes passaram pelos portões do centro de convenções de Paris Nord Villepinte há duas estações do aeroporto Charles de Gaules. Impossível cobrir todos os pavilhões em apenas 5 dias de feira, pois cada um apresenta destaques muito próprios.

Salão Maison Objet Paris

O pavilhão Ethnic –  como o próprio nome diz para as – tendências regionais, de artesanato, com uma ponta de design primitivo; no salão 4 você encontrava stands de expositores mais tradicionais na área de revestimentos, e decoração mais convencional; no salão número 5 ficavam os designers menores, mas não menos talentosos e dentre eles talentosos designers de jóias… no salão 8 – o meu preferido – é dedicado aos novos designers e nomes considerados de ponta no design que fica no limite com a arte.

Uma dica importante para tirar o máximo da visita `a Maison&Objet é importante pesquisar, planejar sua visita e se possível ir acompanhado de quem ja conhece a feira. Com tanto para ver, bom ponto de partida é o site da M&O e blogs (como o Life+Style!), que oferecem segredos de quem vai e já fez o circuito. Mas lembre-se, vá preparado com cartões pessoais, sapatos confortáveis e muita disposição para contatos. Com pouca presença brasileira, era sempre bem recebido quando falava que vinha do Brasil… detalhe: o salão não é aberto ao público e nem permite o acesso de crianças!

A seguir os destaques elegi alguns destaques da feira:

1. Pavilhão 8 –  Design a Vivre - é o pavilhão dedicado aos novos talentos, designers de ponta. É localizado estrategicamente logo na chegada. Os expositores devem ter seus projetos e obras submetidos a uma curadoria que avalia a viabilidade de exposição neste pavilhão de vanguarda. Pode-se dizer que é o pavilhão mais autoral do salão, dedicado a artistas e criadores que mesmo em início de carreira apresentam grande probabilidade de destaque no futuro.

Design a Vivre

2. Tom Dixon – Focado em decoração e design de ponta mas também na arte da perfumaria, o stand do inglês é um show a parte. Neste stand, destaque para a capacidade comercial do salão M&O. Ou seja, a feira não é uma mostra de decoração simplesmente, mas um ponto de encontro e lançamento de novos produtos onde marcas recebem efetivamente pedidos (e grandes!) de compradores franceses e internacionais.

tom dixon

Alquimia do design fez a marca transportar uma oficina de criação de perfumes para dentro do pavilhão 8 da M&O..

tom dixon 2

3 – Cenografia de Stands – De acordo com o poder da marca e também viabilidade de espaço, muitos stands são grandes instalações cenográficas. E como a concorrência é grande, valem todas as maneiras para se destacar.

Stands Dois Andares

Norman Copenhagen

Cenografia de arte com caixotes com pés de mesas e cadeiras antigas.

IMG_5323

Stands verticais

Stands delimitados com treliças que separam mas acolhem o visitante.

Gloster

Stands com transparências – paredes com imagens impressas, muitos stands apresentavam solução fácil e atraente para delimitar espaços, comunicando conceitos.

Stand transparência

Stands fechados  -  delimitados por paredes, ao mesmo tempo que oferecem tom de exclusividade, ás vezes podiam intimidar a entrada de passantes.

IMG_5090

Stands Vitrines – uma boa maneira de apresentar produtos em pouco espaço era dado por esse stand no pavilhão Ethnique, onde produtos tinham o mínimo de espaço mas um pôster gigante servia de background para a mensagem da marca.

stand oriental

Stands Lúdicos – a francesa Pop Corn apresentava boas soluções para apresentação de quantidade de produtos para num espaço dedicado a objetos de casa, tampos de cozinha, cadeiras, objetos, luminárias.

Stand Pop Corn

4. Tendência Interativa – Interagir é um dos segredos dos expositores de sucesso. Por isso, vários expositores pensaram maneiras para convidar visitantes a tocar, experimentar, sentar nas peças expostas.

Stand Pop Corn

5. Tendência Orgânica – No salão 4, expositores italianos e alemães definiam a retomada do estilo primitivo, orgânico e monocromático na decoração.

Orgânico

Através de móveis em fibra de vidro ou pexiglass, o efeito era sofisticado e ao mesmo tempo convidativo ao olhar e ao toque devido `as formas arredondadas e sensuais do mobiliário.

Orgânico

Na alemã Marc Wings, o painel de floresta temperada era perfeito para toras com tecido recheado de espuma lembrassem a madeira das florestas. É a natureza invadindo a casa.

Orgianico 1

As luminárias da sueca Secto Design eram um show a parte – ficavam no limiar da sofisticação e simplicidade de formas. Verdadeiras peças de arte feitas em bambu arqueado que iluminavam ambiente.

Secto Design

6. Tendência Rocker – Monocromáticos com formato de caveiras, o porta-Ipods espelhado da Jarre era bastante divertido e traz descontração contemporânea para qualquer ambiente.

Monocromo

Na joalheira, presente no pavilhão 5,  destaque para o designer francês Thomas V.  Com experiência na Cartier, Thomas lançou sua marca há 5 anos. Trabalha com prata escurecida e peças com banho de ouro.

Thomas V.

7. Tendência Surrealista – Na sua joalheira, animais indomáveis de lobos selvagens, armaduras de soldados japoneses medievais e caveiras performáticas dão o tom das coleções. Um pouco do mundo fantástico das florestas, quase misterioso é um grande apelo deste novo designer de quem comprei o anel abaixo, `a direita.

Thomas V.

Thomas V. +Eu

8. Tendência Cores – Vários stands repetiam a paleta nas cores preto, rosa e creme . Além de suave, a paleta de cores denota uma elegância sutil e poderosa, o tom em stands escandinavos e franceses.

Paleta Cor

IMG_5248

9. Valorização de Raízes - Em toda a mostra ficou nítida a continuada valorização de raízes por designers que resgatam o DNA, através do toque natural, de técnicas ancestrais para reproduzir design quase primitivo, genuíno e autêntico,  da mais alta qualidade.

Na sueca AQUAVIREO, a designer Madeleine me explicou a produção artesanal de técnicas ancestrais no tear do linho rústico do interior da Suécia. Com a paleta de cores básicas (novamente no rosa, preto, bege), o toque macio do linho é produzido por cooperativas de dependentes químicos em fase de desintoxicação. Uma forma de resgatar técnicas milenares sueca e aliando design e inclusão social. Isso vindo de um país, onde achamos que tudo é mais que perfeito, certamente é o caminho a ser seguido, como valor agregado ao produto.

AquaVireo

A francesa Duwel, de Frédéric Goutorbe, desenvolve uma linha de móveis nômades em palha, dentro de um espírito de slow design. Dentro da nova coleção “Campagne Chic”, Frédéric cria peças misturando couro nobre, peles de carneiro da região da provence francesa.

Duwel

A tradicional cerâmica da provence francesa chega pelas mãos de artistas da Bleu d’Argile, da região de Vallauris, tradicional em cerâmicas de alta qualidade e resistência. Com aparência frágil e até romântica, a técnica antiga aprimorada para peças utilitárias do dia a dia contemporâneo.

Bleu d'argile

10. Polos Internacionais – vários pólos de países eram apresentados na mostra. O pólo da Coréia, de Taiwan e da Lituânia foram meus preferidos.

No polo de expositores da Lituânia, criadores reuniram moda, velas perfumadas e cerâmica. Os vasos espelhados na forma orgânica também foram vistos na inglesa Tom Dixon e promete ser uma macro tendência na questão de textura espelhada.

Orgânico 2

No polo da Korea, destaque para as peças da jovem ceramista SONOBE Park que desenvolvendo peças contemporâneas que resgatam padrões e técnicas milenares da cerâmica coreana.

Sonobe Park

No polo de Taiwan, os destaques designers independentes que se reúnem em forma de cooperativa para produção de peças de cerâmica, couro, papel e jóias feitas em concreto e prata 750.

nj

11. Espaços de Convívio – Um espaço de convívio com computadores ligados a conexão WiFi permitiam visitantes interagirem com os espaços da feira enquanto faziam networking. Aliás, networking é SIM um dos grandes ganhos da feira, seja para o expositor divulgar seus produtos ou o visitante fazer contatos e descobrir tendências.

Computer Room

No Espace Retail palestras livres sobre comportamento de consumo eram oferecidas a todos os visitantes da feira.

Espace Retail

12. Exposições Especiais – Exposição Jardin Secrets reunia produtos de vários designers selecionados no pavilhão 5. A temática de um jardim surrealista, com árvores de cabeça para baixo, lembravam a poética de um mundo subvertido, em que tudo é possível, desde que o homem exercite a flexibilidade para enxergar a beleza da vida sob novas perspectivas. Analisar exposições pode assinalar macro tendências que estão porvir.

Jardin Secret

Num mundo hiper tecnológico, percebemos a contra-tendência de um universo poético, lúdico, imaginário, sombrio – o  surreal fazendo cada vez mais parte de nossas vidas.

Jardin Secrets1

A ideia de se refugiar do mundo conectado numa cabana em uma floresta longínqua.

Expo Jardin Secret

 11. Espace SHARING - vários artistas e criadores foram selecionados a expor trabalhos que expressassem o tema COMPARTILHAR – tema escolhido pela direção da M&O com parceria da agência de tendências Nelly Rodi –  como a ultra tendência na qual o design, a decoração, e o zetigesit mundial irão se apoiar nos anos que virão. SHARING ou COMPARTILHAMENTO  envolve a revisão de valores que vão desde a questão autoral de conteúdo, até a disseminação de idiomas, de conceitos, de experiências e de emoções no mundo contemporâneo. Teremos de nos adaptar a relações cada vez mais fluidas, de trabalho, de relacionamentos, de amor, de vida… começamos a viver em uma época onde a generosidade e a repercussão do conhecimento,  farão designers ter a desafiadora missão de responder  a ânsia pelo consumo com compartilhamento de soluções simples, claras, lúdicas e emotivas.

IMG_5284

 

 

Postado por: Marcelo Novaes